---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?

Histórico

Publicado em 10/05/2016 às 15:38 - Atualizado em 10/05/2016 às 15:58

No início, uma pequena localidade chamada "Rio das Pedras". Mais tarde viria a se chamar "Perdizes".

A colonização de Videira iniciou-se em 1918, na então Vila do Rio das Pedras. Em 1921, para atrair novos colonos, mudou o nome para Perdizes.

A instalação oficial do município aconteceu em 1944 e o nome Videira deve-se ao fato de a região ser um grande centro vitivinicultor do Estado. Conta-se que já em 1913, antes mesmo da fixação dos primeiros colonizadores, foi colhido um cacho de uvas pesando 1,3kg.

Videira também é a “Capital Catarinense da Uva e Berço da Perdigão”. O município é a 14ª economia do Estado e 8ª em Índice de Desenvolvimento Humano (IDH).

Características

Gentílico: Videirense

Formação Administrativa:
Pela Lei estadual n.º 337, de 12 de abril de 1927, foi criado o distrito de Perdizes, como parte integrante do Município de Campos Novos. 

O Município de Videira foi criado pelo Decreto-lei estadual n.º 941, de 31 de dezembro de 1943, com território de três outros: Campos Novos, Caçador e Joaçaba. 

Na data do Recenseamento Geral de 1960. o Município era formado por oito distritos: Videira (sede), Anta Gorda, Arroio Trinta, Dez de Novembro, Iomerê, Lourdes, Pinheiro Preto e Veloso. 

Depois de 1960, o Município sofreu quatro desmembramentos, para formarem novas unidades autônomas. Atualmente, é formado pelos distritos de Videira (1.º e 2.º subdistritos), Anta Gorda e Lourdes. 

Pela Lei estadual n.º 817, de 29 de janeiro de 1953, o Município alcançou autonomia judiciária tornando-se sede de comarca (instalada a 19 de setembro do mesmo ano), compreendida em sua própria área, ficando assim independente da comarca de Caçador de que era termo.

Fonte: IBGE


Galeria de Fotos

Próxima
Anterior